RADIOFREQUÊNCIA:

tratamento que revolucionou a medicina estética corporal e facial – técnica para tratamento de rugas, flacidez, gorduras localizadas e celulites

Por Dra. Heloisa Rocha

Essa técnica foi usada a primeira vez por um físico francês e vem sendo aplicada até os dias de hoje na medicina estética. Esse método usa o aquecimento da pele para estimular o colágeno e acelerar o metabolismo celular. Ela foi bem aceita devido á sua versatilidade, eficácia e segurança.

Atuação na gordura localizada

O calor profundo , proporcionado pela radiofrequência, atua nas células de gordura, melhorando seu metabolismo, aumentando a oferta e a difusão de nutrientes, diminuindo o estoque das células gordurosas que são as nossas fontes energéticas e contribuindo para a sua  queima.

Atuação na celulites

Com a melhora da gordura localizada, um dos pilares da formação da celulite, acontecerá a melhora do seu aspecto. Em associação a  técnica  que associe um leve vácuo, esse método  também funciona como uma drenagem  linfática, contribuindo para  a redução de toxinas no tecidos.

   Atuação no colágeno

O aparelho de radiofrequência aquece o tecido através da corrente elétrica, ocorrendo a produção de temperatura acima do normal, que gera a contração imediata do colágeno  e remodelação das fibras de colágeno e elastina já existentes, aumentando a sua produção e reorganização. com melhora do aspecto de pele.

São necessárias de três a dez sessões em cada região tratada. O número de sessões dependerá do objetivo a ser alcançado, da alteração apresentada e da resposta individual de cada paciente. Devem ser respeitadas de as frequências de uma sessão semanal para o corpo e uma a cada duas ou três semanas para o rosto. Para a manutenção do resultado, devem serem feitas manutanções anu  anualmente.